Casa & Construção

6 Erros Comuns Que Todo Eletricista Residencial Deve Evitar

Eletricista Residencial

Parte essencial de uma edificação, a instalação elétrica é fundamental não só para ter luz artificial em qualquer hora do dia (principalmente a noite), mas para que equipamentos de entretenimento, domésticos e de trabalho funcionem a todo vapor e com segurança.

O problema porém, é quando a instalação possui problemas ou não foi bem feita, e cabe ao eletricista fazer os reparos e fazer uma nova instalação, devolvendo a autonomia dos produtos e garantir a qualidade do serviço. Neste post, falaremos sobre os 6 erros mais comuns que todo eletricista residencial deve evitar.

Disjuntores E Condutores Incompatíveis

Disjuntores e condutores nem sempre são compatíveis, ou seja, os fios não comportam a corrente elétrica ou não existe coordenação adequada entre eles.

Sempre ao fazer qualquer tipo de troca, reforma ou construção, observe se os disjuntores e fios se combinam, pois dessa forma evitará problemas como incêndios, curtos e até gastos a mais com a energia elétrica.

Ter Poucas Tomadas E Usar Adaptadores

Quando for reformar ou construir, já determine o número necessário de tomadas para evitar o uso de adaptadores, vulgo Benjamim. Isso por que vários aparelhos usando uma mesma fonte de energia, com o tempo pode sobrecarregá-la e haver curto circuito na tomada ou em algum dos aparelhos.

Isso pode causar desde falhas e até a queima dos equipamentos, como também incêndios na tomada geradora da energia. Por isso em nome da segurança, tenha o máximo de tomadas necessárias para evitar o uso de adaptadores.

Trocar Chuveiro Por Um Incompatível Com A Instalação Elétrica

Algo muito comum em qualquer casa é a troca do chuveiro, pois pode ser desde a resistência que queimou nos tempos frios, até o próprio chuveiro que não está mais cumprindo com sua ação esperada.

Mas pior que tudo isso é fazer a troca por um chuveiro que seja totalmente incompatível com o anterior, quanto a corrente suportada. Se for um chuveiro muito acima do que a fiação aguenta, ele não só vai queimar ao ligar, como pode até causar um acidente maior como um incêndio.

Por isso, sempre observe na embalagem o tipo de chuveiro e veja se comporta a fiação do banheiro, pois se não, terá que comprar algo similar ao anterior ou de menos potência.

Não Ter Uma Planta Elétrica Da Casa

Além da planta baixa básica e comum em qualquer residência, é importante também ter uma planta hidráulica, que determina onde fica os canos dos banheiros, cozinha e lavanderia, e principalmente uma planta elétrica, que diz por onde passa os fios elétricos.

Essa planta se torna muito importante, quando é preciso fazer uma reforma por exemplo, pois assim o pedreiro saberá onde está os fios e se não for necessário mexer com eles, ele saberá em que direção seguir para não comprometer aquela área.

A planta elétrica também é eficaz para criar novos pontos de luz e dita os tipos de fios usados, facilitando o serviço do profissional elétrico para fazer as modificações que forem necessárias.

Não Fazer Aterramento

O aterramento é obrigatório segundo a NBR 5410, pois ele evita que descargas elétricas como um raio por exemplo, caia e comprometa equipamentos e toda uma instalação elétrica.

O problema é que muitas residências não fazem isso, e moradores nem se preocupam, mas é um item fundamental na instalação da rede que evita até choques e problemas mais sérios como incêndios elétricos. Por isso sempre aconselhe aos clientes a fazer aterramento, pois é mais seguro e com a segurança não se pode brincar.

Faça Curso De Eletricista Residencial

Curso De Eletricista Residencial

Seguindo todas as dicas citadas, o profissional Eletricista Residencial jamais irá passar por dificuldades em seu trabalho e será respeitado por seus clientes, não faltando serviço. Por isso é importante manter o conhecimento em dia, fazendo o curso gratuito online de Eletricista Residencial e obtendo mais qualificação profissional para crescer no mercado de trabalho.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário e veja mais posts como esse aqui no blog.

Previous Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *